Poema e Reflexão: Que tanto tentei!

Quisera eu ter um sonho
Tornou-se objetivo, obcessão
Quisera eu ter antes visto a realidade
Tornou-se impossivel
Quisera eu ter já visto a realidade
Torna-se ainda sim meu sonho um dia
Quisera eu ter fé
Torna-se ela a esperança e a força da busca de meus ideias.

Se ainda não consegui,
Sei que a fé e a esperança não vou olvidar
Se tentei com ganas
Mas ganas posso alçancar

Ainda olhei no quarto escuro meu sonho que já havia se apagado,
Mas quando abri meus olhos, vi um novo horizonte,
Mesmo sem colinas,
Pois é apenas uma estrutura que ainda vou construir

Me perdi num só sonho,
Talvez tivesse uma bussola,
Que nada!
Perco de novo até objetivar,
Mesmo sem saber qual a rota
Que esta vou encontrar...


Um comentário:

Anônimo disse...

Bom Dia Dr.

Quero mais uma vez parabeniza-lo pela iniciativa e perseverança, pois é de grande valia este espaço que tens como liberdade de expressão social, no qual dispõe para os academicos e també os já graduados um meio de expressar a sua filosofia "SOFIA".

"O calar é um ato de covarde perante um sociedade turbulente, o direito é um ato corajosos,valente, soberano, por isso sigamos enfrente, rumo a um mundo de mudanças, retomando os verdadeiros sentidos eclesiais, pois o mundo sofrerar mudanças quando o ser humano se deixar moudar, lapidar pelo saber dos justos".

Comente sobre o blog:

Parabéns, você é o visitante n°